Política

A culpa é nossa!

2 de março de 2020 | por Gelfusa Junior


Confira abaixo o editorial “A culpa é nossa!”

Nós negligenciamos o descarte de lixo na cidade.

Do morador mais humilde ao mais abastado.

O lixo muitas vezes não é reciclado. Alguns até jogados em rios e bueiros.

Apenas 7% do total da cidade é reciclado.

Ocupamos as encostas de morros por falta de políticas inteligentes de moradia e conscientização. Naturalmente por falta de condições e conhecimento também.

Mas também ocupamos as moradias elitizadas em prol do avanço e evolução da vida material. Para qualquer item quebrado ou sem serventia, jogamos tudo fora, seja eletrônico ou entulho, não importa o bagulho!

Poucas vezes procuramos os locais adequados para descarte de itens inservíveis.

Essa atitude pouco reflexiva, não tem classe social, ela é sistêmica.

Reclamamos do PT do Haddad que não entregou as obras contra enchentes – prometidas na gestão anterior. Um fato.

Mas elegemos o Doria do PSDB (que abandonou a prefeitura), e temos uma gestão que não gasta 41% do investimento para obras contra enchentes e também negligencia o assunto.

E continuamos votando nos mesmos.

Por outro lado, chove o total de um mês esperado em poucas hora na cidade.

Mas que cidade e estrutura comportaria, né?

Enfim, o meio ambiente nos alerta faz tempo: à necessidade de reciclagem e reutilização, à necessidade de mais plantação de árvores, à diminuição de poluentes, etc.

Faz tempo que a natureza pede mais empatia.

Mas nós deixamos o debate para depois.

Sempre para depois.

Temos coisas “mais importantes” para resolver.

Até o dia que tudo parar e aí precisaremos refletir.

Ou até um dia que não teremos mais nada.

 

Antonio Gelfusa Junior é publicitário e editor-chefe das publicações impressas e online do Grupo Raiz.

Por: Antonio Gelfusa. Foto: Divulgação.

 

Confira outros artigos como esse acessando o link.